Retorno nos investimentos em imóveis: o que é e como calcular? - Apê11

Retorno nos investimentos em imóveis: o que é e como calcular?

Por Natasha Meneguelli em 20 de março de 2020

Se você tem interesse em comprar um imóvel para investir, saber o que é o retorno nos investimentos em imóveis é essencial. Neste texto, além de sua definição e de como calculá-lo, trazemos também as duas modalidades mais comuns para este investimento e algumas dicas.

 

O que é Retorno sobre o Investimento imobiliário?

É uma métrica de desempenho que mostra o efetivo benefício obtido com um investimento em um imóvel. Ele leva em conta o valor investido no bem imóvel, o ativo, e o que o proprietário produz em função dele. Ele também é conhecido pela sigla em inglês: ROI (Return on Investment). 

O retorno sobre o investimento pode ser positivo (quando há lucro) ou negativo (quando há prejuízo). Como é considerado um dos mais conservadores, por ter menos volatilidade com o passar do tempo, é algo interessante a se considerar para perfis de pessoas que desejam expor seu patrimônio a um risco menor. 

Este número é geralmente expresso como uma porcentagem e permite que o investidor compare diferentes alternativas de investimentos disponíveis no mercado.

Quando falamos de imóveis residenciais, o retorno vem de duas fontes: 

  1. renda proveniente do uso da casa ou apartamento, sendo o aluguel o exemplo mais comum; 
  2. valorização do bem, chamado de ganho de capital ou lucro imobiliário. 

 

Como calcular o Retorno de investimento?

Para calcular o retorno sobre o investimento em um imóvel, você utiliza a seguinte fórmula:

ROI = (Lucro Líquido)/(Valor do investimento) X 100

Dentro disto, precisamos ressaltar alguns aspectos, separados pela fonte de retorno usada pelo investidor. Afinal, o que considerar como investimentos, custos e receitas de cada um deles?

 

taxa de retorno de investimento em imoveis

 

Imóveis para renda de aluguéis

O mais clássico aqui é medir quanto o aluguel produz, em valores líquidos, e compará-lo com o valor investido no imóvel.

Há detalhes diferentes quando falamos de aluguéis de longo prazo e aluguéis de temporada. Nos aluguéis de longo prazo, em geral, o inquilino fica responsável pelo pagamento de todas as despesas do imóvel, como taxa condominial e IPTU. Assim, o investidor recebe os aluguéis e tem como despesa apenas eventuais impostos e administração da imobiliária, caso ele utilize. O cálculo do retorno mensal fica assim:

ROI = (Valor do aluguel mensal – imposto de renda – taxa de administração)/(Valor do investimento) X 100

Para imóveis de temporada, de outro lado, muitas vezes o investidor até consegue mais renda, porém seus custos são mais altos. Envolvem o condomínio, IPTU, luz, água, internet, limpeza etc. Em uma base mensal:

ROI = (Soma dos aluguéis de temporada do mês – imposto de renda – taxa de administração – custos operacionais da locação por temporada)/(Valor do investimento) X 100

Para todo investidor que prefere a renda dos aluguéis, também se aplica a visão de retorno sobre o investimento no momento da revenda. Ele também poderá ter o que descreveremos abaixo.

 

Imóveis para revenda

Com a retorno com foco em valorização para revenda, o cenário se modifica um pouco. Ao realizar a venda do bem, o investidor recebe todo o valor correspondente ao ativo de uma vez, e apura se obteve lucro imobiliário. 

É comum que investidores profissionais comprem bens imobiliários que tenham sofrido efeito de depreciação, os reformem, e vendam após essa valorização. O foco nesse caso é apenas obter retorno sobre a operação.

Em relação ao montante investido, os itens a considerar são: o valor pago pela compra do imóvel, as despesas com ITBI, documentação e outras taxas, e os gastos com reformas e outras melhorias na casa ou apartamento. 

Para esse caso, o Retorno sobre o investimento fica assim:

ROI = (Valor de revenda do imóvel – Valor do investimento total – Impostos sobre a Revenda)/(Valor do investimento total) X 100

quadra poliesportiva

Quadra poliesportiva: quais as vantagens de ...

16 de março de 2021

A quadra poliesportiva é uma das áreas do condomínio consideradas necessárias para um lazer completo. Ela traz...

Continue lendo

investir em apartamentos na planta

Imóvel na planta ou em construção: quais as ...

10 de março de 2021

O imóvel na planta ou em construção é um dos mais procurados quando se pensa em investimento no mercado...

Continue lendo

simulador de financiamento imobiliario

Simulador de crédito imobiliário Apê11: o qu...

22 de fevereiro de 2021

O Simulador de Crédito Imobiliário da Apê11 é uma ferramenta gratuita de simulação de financiamento pelos...

Continue lendo

Comece agora

Compre e venda casas e apartamentos de
um jeito simples, econômico e transparente.

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.